conteúdo da página

O que é Analytics?

3 minutos para ler

Analytics surgiu como um termo abrangente para uma variedade de diferentes iniciativas de inteligência de negócios (BI) e relacionadas a aplicativos. 

Para alguns, é o processo de análise de informações de um domínio específico, como análise de sites. 

Para outros, é a possibilidade de aplicar a amplitude dos recursos de BI a uma área de conteúdo específica. Por exemplo: vendas, serviços, cadeia de suprimentos etc.

Podemos dizer que o Analytics é o processo de descobrir, interpretar e comunicar padrões significativos de dados, sendo um campo da ciência da computação que usa matemática, estatística e aprendizado de máquina para encontrar padrões significativos nos dados. 

Muito simplesmente, a análise nos ajuda a ver insights e dados significativos que não poderíamos detectar de outra forma. Envolve peneirar enormes conjuntos de dados para descobrir, interpretar e compartilhar conhecimentos.

 

Existem quatro tipos diferentes de analytics: descritiva, diagnóstica, preditiva e prescritiva. 

Vejamos a seguir:

  1. Análise descritiva

A análise descritiva responde à pergunta “O que aconteceu?”

A análise descritiva, também chamada de BI tradicional, é a primeira etapa no processo de análise, criando um ponto de partida para investigações futuras.

 

2. Análise de diagnóstico

A análise de diagnóstico responde à pergunta “Por que algo aconteceu?”

Usa técnicas como descoberta de dados, detalhamento e correlações para mergulhar mais profundamente nos dados e identificar as causas raiz de eventos e comportamentos.

 

3. Análise preditiva

A análise preditiva responde à pergunta “O que provavelmente acontecerá no futuro?”

Usa descobertas de análises descritivas e diagnósticas – junto com modelagem preditiva sofisticada, aprendizado de máquina e técnicas de aprendizado profundo – para prever o que acontecerá a seguir.

 

4. Análise prescritiva

A análise prescritiva responde à pergunta “Que ação devemos tomar?”

Baseia em descobertas de análises descritivas, diagnósticas e preditivas para avaliar as consequências de possíveis decisões e determinar o melhor curso de ação em um cenário.

 

Os 4 modelos de análise alinhada aos indicadores de negócio podem e devem responder as perguntas básicas: 

  • O que aconteceu para meu indicador apontar este resultado?
  • Por que isso aconteceu?
  • Sem tomarmos nenhuma ação, o que provavelmente acontecerá com este indicador nos próximos meses/anos/quartéis?
  • Qual ação devemos tomar para melhorar esse indicador?

Indicadores de negócio são imprescindíveis para qualquer empresa, eles apontam a saúde da empresa como um todo, porém, quando não alinhados junto ao Analytics, as tomadas de decisão se baseiam em feeling, sem contar com previsões e cenários possíveis. 

Assim, quando temos indicadores alinhados ao Analytics podemos extrair o máximo de informações dos dados visíveis, ajudando na tomada de decisão e planejando os cenários futuros com base em decisões sólidas e conscientes.

 

Entenderam como o Analytics pode ajudar empresas a definirem e acompanharem metas?

Se ficou alguma dúvida, deixa aqui nos comentários e iremos responder 🙂

 

Esperamos que tenham gostado da nossa série de conteúdos de BI.

Posts relacionados

Deixe um comentário